Bolsas para o INMA

20140826

A abertura de Editais de Bolsas para o INMA vem coroar uma das lutas mais antiga da SAMBIO. Isto irá, finalmente, permitir a criação de uma massa crítica de profissionais que possa impulsionar a estruturação do Instituto.

Para abertura deste Edital foi necessário incialmente que o INMA aprovasse seu Plano Científico 2014-2015. Para sua formulação tomou-se como base dois documentos: “Contribuição à estruturação do MBML tendo em vista a sua transferência para o Ministério da Ciência e Tecnologia”, elaborada em julho de 2009 pelo Conselho Científico do MBML” e o “Plano Científico”, elaborado em julho de 2014, pela Associação de Amigos do Museu Mello Leitão – SAMBIO. Para a elaboração deste último documento 43 pesquisadores ligados a projetos com a Mata Atlântica foram convidados a opinar por mensagens eletrônicas.

A aprovação deste Plano abriu caminho para que o MCTI, pudesse atender nossas reivindicações, permitindo o acesso do INMA as bolsas do PCI. A implantação do Programa de Capacitação Institucional – PCI é um instrumento de enorme potencial para alavancar a capacitação e a produtividade científica e tecnológica institucional. E sua avaliação e acompanhamento é vista como um componente forte para o êxito do Programa.

Considerando que o INMA não tem ainda um quadro de pesquisadores e técnicos consolidado, foi proposto que neste ano inicial, a formação de uma Comissão de Avaliação e Acompanhamento. Esta Comissão foi formada Comissão científica: pela Dra, Ariane Luna Peixoto, Dra. Maria Lúcia de Niemeyer Matheus Loureiro, Dr. Mario Augusto Gonçalves Jardim, Dr. Sérgio Lucena Mendes e Dr. Yuri Luiz Reis Leite.

Aprovado o PCI, cabe agora ao Diretor em exercício do INMA, apoiado pela Comissão, abrir Editais de chamada para os interessados nas bolsas. Em seu item 5, o PCI estabeleceu a necessidade de Bolsas de Longa Duração e de Curta Duração.

Estas bolsas tem requisitos e valores estipulados pelo CNPq pelas Resoluções RN-041/2013, que regulamenta as bolsas PCI-D e PCI-E; e RN-015/2010, que regulamenta as bolsa ITI, BEV e BEP.

De acordo com o PCI estarão disponíveis as bolsas especificadas no quadro abaixo:

2 bolsas PCI- DA
PCI-DA – Profissional com 15 (quinze) anos de experiência após a obtenção do diploma de nível superior; ou com título de doutor há, no mínimo, 2 (dois) anos; ou ainda, com grau de mestre há, no mínimo, 4 (quatro) anos.
R$ 4.000,00

2 bolsas PCI-DB
PCI-DB – Profissional com 10 (dez) anos de experiência após a obtenção do diploma de nível superior; ou com título de doutor; ou ainda, com grau de mestre há, no mínimo, 1 (um) ano .
R$ 3.200,00

2 bolsas PCI- DC
PCI-DC – Profissional com 5 (cinco) anos de experiência após a obtenção do diploma de nível superior; ou com grau de mestre.
R$ 2.600,00

3 bolsas PCI- DD
PCI-DD – Profissional com diploma de nível superior; ou técnico de nível médio com diploma de Escola Técnica reconhecida pelo MEC e, no mínimo, 2 (dois) anos de experiência profissional.
R$ 2.200,00

4 bolsas PCI- DE
PCI-DE – Técnico de nível médio com diploma de Escola Técnica reconhecida pelo MEC.
R$ 1.500,00

NOTA 1: A experiência será comprovada por meio do Currículo Lattes.
NOTA 2: O tempo de experiência será contado a partir da data de conclusão do curso correspondente e do efetivo exercício profissional.

1 bolsa PCI- E1
Doutor com experiência efetiva mínima de 6 (seis) anos em projetos de P&D ou extensão inovadora; ou ainda, com, no mínimo, 15 (quinze) anos na coordenação de programas e projetos de C,T&I.
R$ 5.000,00

1 bolsa PCI- E2
Doutor com experiência efetiva mínima de 3 (três) anos em projetos de P&D ou extensão inovadora; ou ainda, com, no mínimo, 12 (doze) anos na coordenação de programas e projetos de C,T&I.
R$ 3.500,00.

2 bolsas ITI-A
Iniciação Tecnológica e Industrial – ITI, destinada a estimular o interesse pela pesquisa e desenvolvimento tecnológico em estudantes do ensino superior, com duração de até 24 meses
R$ 400,00

6 bolsas BEV
Bolsa de Especialista Visitante de Curta Duração – BEV, para possibilitar a utilização de consultores e/ou instrutores especializados, nacionais ou estrangeiros, de fora da instituição, em tempo integral, com duração de até 3 meses, sem renovação
O valor da diária no País será de R$ 320,00

4 bolsas BEP
Bolsa de Estágio/Especialização de Curta Duração no País – BEP, para possibilitar o treinamento de profissionais no País de acordo com as atividades previstas no projeto, com duração de até 3 meses, sem renovação e sem substituição do bolsista;
O valor da diária no País será de R$ 320,00

Para acessar os Editais das bolsas os interessados deverão entrar no site do INMA.

O Edital para as bolsas PCI-DA e PCI-DB foi divulgado ontem à noite e tem prazo para entrega de projetos até 24/10/2014.

O Instituto Nacional da Mata Atlântica surgiu, já tardiamente, para trazer apoio e incentivo para todos os que trabalham com a Mata Atlântica brasileira. Seu êxito, mais do que de qualquer governo, precisa do apoio da comunidade científica e dos profissionais em geral que acreditam em sua importância.

Participem de sua construção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *